RECONSTRUÇÃO DE MAMA

Procedimento Cirúrgico

Informações gerais

Reconstrução da mama removida por câncer ou outra doença é uma das cirurgias mais gratificantes que existem. Novas técnicas possibilitaram a criação de uma mama semelhante em forma e aparência à mama natural. Frequentemente, a reconstrução é possível imediatamente à remoção mamária (mastectomia), então a paciente acorda com a nova mama já em posição, sem ter que passar pela experiência de se ver sem o seio.

Indicações

A maioria das pacientes submetidas a mastectomia são medicamente apropriadas para reconstrução, muitas ao mesmo tempo que a mastectomia é realizada. As melhores candidatas, entretanto, são mulheres que, até quando possa ser determinado, tenham conseguido eliminar o câncer através da retirada da mama. Ainda assim, há razões legítimas para se esperar. Muitas mulheres não ficam confortáveis ao pensar em outras opções cirúrgicas enquanto lidam com diagnóstico de câncer, outras simplesmente não querem nenhuma outra cirurgia. Outras podem ser aconselhadas por seus oncologistas a esperarem, principalmente se o método de reconstrução for complexo envolvendo retalhos de pele e músculos. Mulheres com doenças associadas como obesidade, hipertensão arterial, tabagismo, podem ser aconselhadas a esperar até que estas condições estejam bem controladas.

A cirurgia

Normalmente reconstrução mamária consiste em mais de uma operação, em média 2 a 3 cirurgias. Pode ser feita em ambiente hospitalar ou clínica especializada. A anestesia normalmente é geral ou peridural alta com sedação, mas nos estágios seguintes a anestesia local com sedação pode ser suficiente.

Há várias opções de reconstrução de mama, você deve discutir com seu cirurgião plástico a melhor opção para você.

Expansão de pele – combina o uso de expansor de pele com a colocação de prótese de silicone como segundo passo.

Reconstrução com retalhos – utiliza tecidos de outras partes do corpo como o dorso e o abdome que são moldados e formam a nova mama. Pode-se complementar o resultado com auxílio ou não de prótese de silicone. É uma cirurgia mais complexa que a de expansão de pele e consegue resultado mais natural na maioria dos casos. Quando usa tecido abdominal, há a vantagem de se fazer ao mesmo tempo a plástica do abdome.

Procedimentos auxiliares – normalmente realizam-se outros procedimentos como mamoplastia no lado normal, revisão cirúrgica do lado reconstruído e finalmente a reconstrução da aréola e mamilo.

Informações adicionais

Se desejar informações adicionais sobre esta cirurgia e outros aspectos relacionados entre no site da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (www.cirurgiaplastica.org.br ).